terça-feira, 4 de abril de 2017

Mendonça diz que terá prazer em ir no Senador


O ministro da Educação, Mendonça Filho, reagiu aos ataques feitos pelo senador Humberto Costa, hoje, afirmando que terá o maior prazer de ir ao Senado para desmascarar as mentiras do petista. “Se tem alguém que entende de desmonte na Educação e na economia é Humberto, o PT e sua turma, que jogaram o Brasil na maior recessão da história, com R$ 13 milhões de desempregados, inflação de 12% ao ano, um cemitério com obras paralisadas no PAC, nas universidades e institutos federais e corte no orçamento do MEC de R$ 11 bilhões em 2015 e R$ 6,4 bilhões em 2016”, rebateu. 
Mendonça Filho destacou que o brasileiro sentiu de perto e ainda vive os efeitos das mentiras e da gestão desastrosa do PT, que deixaram um rastro de empresas quebradas, milhões de famílias sem renda e a Educação com os piores indicadores de aprendizado. “O PT mente para ganhar eleição, mente para governar e mente na oposição. Não adianta mentir. O País inteiro sabe quem desmontou o País”, ironizou.
Segundo Mendonça, ir ao Senado será uma ótima oportunidade para mostrar como uma gestão competente e comprometida faz para colocar a educação na pauta do País com a reforma do ensino médio. “Faço questão de mostrar a Humberto a nossa competência para pagar os atrasados, regularizar as liberações de recursos, retomar programas e obras paralisadas pela gestão petista e consertar o desmonte feitos pelo PT no MEC. E manter e ampliar programas como o FIES, o ProUni e o Ciência Sem Fronteiras para a pós-graduação”, afirmou. 
O ministro Mendonça Filho desafiou o senador Humberto Costa a falar a verdade.  As bolsas do Ciência Sem Fronteira para a graduação foram encerradas pelo Governo Dilma/Mercadante, que fez o último edital em 2014, deixou dívidas e estudantes sem pagamento. “Nós pagamos as dívidas deixadas pelo PT na graduação para não prejudicar os jovens e mantivemos o programa na pós-graduação. Este ano serão 5 mil bolsistas na pós-graduação”, afirmou, ressaltando que esta é a verdade que Humberto omite por absoluta falta de respeito com à população.
Segundo Mendonça, Humberto devia dizer à população que a gestão do PT deixou a merenda escolar sem reajuste por sete anos, deixando cerca de 39 milhões de alunos da Educação Básica no país se alimentando com dificuldade. "Estou pronto para mostrar no Senado a verdade sobre o desastre do PT na Educação”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário