Padilha, Kassab e Moreira investigados por comissão


Folha de S.Paulo
A Comissão de Ética da Presidência da República instaurou nesta quinta-feira (27) processos para investigar as condutas dos ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência, e Gilberto Kassab, da Comunicação.
O órgão federal irá apurar se os três ministros cometeram infrações como tráfico de influência e praticaram atos que resultaram em casos de conflito de interesses. As investigações foram abertas após o órgão federal ter recebido duas denúncias baseadas nas delações premiadas de executivos da Odebrecht.
"Quando o processo emana de uma denúncia criminal apurada pelo STF, não se pode deixar de considerar a seriedade do tema envolvido", disse o presidente da Comissão de Ética, Mauro Menezes.
Segundo Menezes, no caso de Padilha, será apurada a conduta dele diante da acusação de que ele teria favorecido a empreiteira na construção da Linha 1 do Trensurb, em Porto Alegre, quando era ministro dos Transportes, em 2011.
Sobre Moreira, a comissão investigará se, quando era secretário de Aviação Civil, teria intercedido pela Odebrecht em edital de concessões aeroportuárias. Em relação a Kassab, será apurado se, como ministro das Cidades, teria tomado decisões relativas a créditos no Programa Pró-Transportes favorecendo a empresa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense