Priscila acusa Governo do Estado de suprimir dados do Portal da Transparência

A deputada Priscila Krause (DEM) acusou hoje (24) o Governo do Estado de estar suprimindo do Portal da Transparência, desde janeiro, uma seção de detalhamento de gastos que informava ao cidadão que o acessasse dados a respeito de despesas de suas unidades orçamentárias.
Segundo ela, em vez de descrever o detalhamento da ordem bancária, como fazia nos anos anteriores, o Portal da Transparência incluiu um “hashtag” em seu lugar para dificultar a leitura dos números.
“Em vez de detalhar os gastos, como deveria, o governo agora incluiu um jogo da velha, um hashtag, ou seja, quem quiser que se vire para descobrir”, disse a deputada.
Ela decidiu fazer um pedido de informações ao governador Paulo Câmara (PSB) e lamentou que os 10 anos da Controladoria Geral do Estado, tenham sido comemorados “neste clima de censura”.
“Nós temos uma Controladoria competente, de técnicos qualificados e comprometidos com o Estado. Mas não é possível que uma orientação política determine a supressão de informações tão caras ao público, terminando por atrapalhar um trabalho tão importante”, disse a deputada.
De acordo com ela, dentre os casos de informações que foram suprimidas do Portal destacam-se as obras que estão sendo beneficiadas com os recursos do FEM e a justificativa da cessão de diária aos servidores.
Lembrou que o governo segue na linha de só querer divulgar o que lhe interessa, tal qual ocorreu há duas semanas quando um coronel da PM orientou os batalhões do interior a só repassarem aos órgãos de imprensa “informações positivas”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense