sexta-feira, 30 de julho de 2010

“Isso fomenta a desmoralização da política”

“Lamento, porque sempre tive lado, mas sei que há uma pressão do Governo Federal e Estadual que pode ser irresistível. Não deixamos nunca de ter um lado. Isso fomenta a desmoralização da política e dos políticos”. A declaração do deputado e candidato ao Senado pela coligação Pernambuco pode mais, Raul Jungmann (PPS), foi dada, ontem, em referência à aproximação do deputado Edgar Moury (PMDB) e o governador Eduardo Campos (PSB).
Questionado sobre a recente revoada de aliados, como o ex-prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB), e do deputado estadual Emanuel Bringel (PSDB), para o lado governista, o pós-comunista disse que a situação dos oposicionistas fica difícil com a atual gestão. “O Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é como uma espada sobre a cabeça dos prefeitos, é um clima constante de chantagem. Acho que é sim um processo de cooptação, e a Justiça tem que estar atenta”, criticou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Barroso pode propor que decisão sobre Lula seja executada imediatamente

Blog do Valdo Cruz Se mantiver a posição que vem adotando recentemente, o ministro Luís Roberto Barroso pode propor a execução imediata ...