terça-feira, 28 de março de 2017

Eletrobrás tem prejuízo líquido de R$ 6,26 bi


A estatal federal de energia Eletrobrás teve prejuízo líquido atribuído aos controladores de 6,26 bilhões de reais no quarto trimestre, ante resultado líquido negativo de 10,33 bilhões no mesmo período de 2015.
No ano, entretanto, a elétrica totalizou um lucro líquido de R$ 3,43 bilhões, revertendo um prejuízo líquido de R$ 14,4 bilhões em 2015.
Os resultados foram afetados por ajustes contábeis de R$ 2,71 bilhões no último trimestre do ano passado. Somente no setor de transmissão as baixas somaram R$ 2,89 bilhões, sendo compensadas por pequenos ajustes positivos em outros setores da empresa.
O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou negativo em R$ 4,78 bilhões, ante R$ 8,47 bilhões negativos no último trimestre de 2015.
Já a dívida líquida subiu para R$ 23,4 bilhões no final de 2016 ante R$ 17 bilhões no término de 2015.
A estatal pretende levantar cerca de R$ 5,5 bilhões com vendas de ativos até o final de 2017. A Eletrobrás já conseguiu R$ 1,07 bilhão com a privatização da distribuidora goiana Celg-D. O restante viria da venda de imóveis, como terrenos e prédios administrativos, e participações acionárias em usinas e linhas de energia.
O Plano de Negócios da Eletrobrás para o período de 2017 a 2021 prevê investimentos de R$ 35,8 bilhões, valor 29% menor do que o plano anterior (2015 a 2019), em meio a uma estratégia da companhia para se reerguer após anos de prejuízos bilionários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário