Vereadora tucana questiona tese de candidatura do PSDB

Apesar de defender a aliança entre PSDB e PSD, a vereadora Eliza Virgínia (PSDB) advoga contra causa tucana e revela que se for para escolher, prefere a tese de manutenção da aliança e o nome de Cartaxo como cabeça de chapa. O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) cogitado para o Governo da Paraíba em 2018, ainda não ganha espaço no ninho tucano. Mas destacou que esse não é o momento. Para ela, é preciso pensar no que se tem hoje que é a prefeitura da Capital, que foi eleita com ajuda do PSDB.


“O momento é de aproveitarmos e governarmos juntos, com Luciano Cartaxo (PSD), se for o caso, mas em 2018, nada mais natural que um prefeito que faz um bom mandato, com obras apesar de toda crise enfrentada, que ele assume outros ares”, destacou. Mas o discurso poderia se valer para Romero também, no entanto, ela salientou que torce pela continuidade da aliança.


Indagada sobre o espaço que Romero Rodrigues tem reivindicado, Eliza afirmou que ele está no seu papel, e que tudo tem que ser conversado.


"A aliança PSDB/PSD não foi uma aliança para uma eleição só, foi uma eleição mais duradoura. Ela não feita apenas para aquela eleição de prefeito”, e salientou: “Muitas águas ainda irão rolar” .

PB AGORA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense