Crise regional: Evandro Valadares é o primeiro a oficializar saída do Cimpajeú

Por  
Apesar do esforço recente do prefeito de Flores e Coordenador do Cimpajeú, Marconi Santana, de juntar os cacos e unir os colegas após a tumultuada eleição para escolha da atual Diretoria, os reflexos dos aparentes erros mútuos no processo começam a aparecer.
O Prefeito de São José do Egito Evandro Valadares, acaba de confirmar ao blog através de sua Assessoria que formalizou seu pedido de retirada do Cimpajeú, cumprindo a promessa a partir da retirada de sete gestores da reunião que escolheu Marconi, Sávio Torres e João Batista, sob a alegação de que não foram ouvidos ou considerados.
Mais cedo, Marconi afirmou existir união entre os 20 prefeitos integrantes do consórcio. “Haverá um só consórcio”, garantiu. A fala foi feita após conversa com Adelmo Moura (Itapetim), um dos que revelaram a possibilidade de debandada de sete gestores do Cimpajeú.

“Não procuraram e não deram uma palavra conosco”, disse Adelmo. Para ele a gota d’água foi o dia da votação. “Posso garantir que a todo momento trabalhamos pela unidade do consórcio. Prova disso é que apelamos para que nosso grupo indicasse ao menos a vice para dar prova dessa unidade. Mas não aceitaram”, lamentou à época.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense