sábado, 1 de abril de 2017

Aécio pede ao STF acesso à delação da Odebrecht


Tucano quer ainda a abertura de apuração para investigar o vazamento das delações de executivos da empreiteira
VEJA - Da Redação
Em entrevista coletiva na sede do PSDB, em Brasília, o senador Aécio Neves informou que vai pedir  ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, pedido de acesso à integra da delação do ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura Benedicto Júnior.
A VEJA deste final de semana revelou que o ex-executivo, em delação premiada, afirmou que a construtora fez depósitos para Aécio, numa conta de Nova York controlada por sua irmã, Andrea Neves.
Conhecido como BJ, Benedicto é um dos 78 executivos da empreiteira a firmar acordo de delação premiada com a Justiça.
“Estou peticionando hoje ainda ao ilustre ministro Fachin do Supremo Tribunal Federal para que ele permita acesso imediato à delação desse cidadão, senhor Benedito Junior, para que nós possamos saber o que ali consta, para que eu possa exercer meu direito constitucional à defesa”, ressaltou o senador.
O senador afirmou ainda que vai encaminhar um segundo pedido ao STF exigindo a apuração do vazamento de conteúdos das colaborações de executivos da empreiteira.
Na coletiva, o tucano voltou a negar que tenha recebido recursos ilícitos da empreiteira Odebrecht no exterior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário