Maia quer votar reforma da Previdência em um mês


Folha de S. Paulo - Mônica Bergamo
 O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), projeta a votação da reforma da Previdência para a última semana de agosto ou a primeira de setembro.
O governo hoje calcula ter apoio de 280 deputados para a reforma, a mais impopular de todas as propostas por Temer. São necessários 308 votos para aprová-la.
E a vitória de Michel Temer na Câmara dos Deputados foi menor do que a imaginada internamente. Pela tabela do governo, ele poderia obter entre 270 e 280 votos -mas o placar chegou a 263.
Como a postura do deputado Sérgio Reis (PRB-SP) foi uma das surpresas desagradáveis para Temer. Ele chegou a dizer ao governo que apoiaria o presidente. Na hora do voto, foi contra e ainda afirmou que "o povo não aguenta mais".
Enquanto isso, Reis, campeão de emendas pagas pelo governo, justifica: "Votar contra seria como se eu matasse a minha sogra e pedisse para só ser julgado um ano e oito meses depois". Ele se refere ao fato de que Temer só será processado depois desse prazo, quando deixar a Presidência.
Um dos colegas de Reis ensaia explicação para as mudanças inesperadas: "O pessoal não aguenta a pressão da TV Globo". A emissora transmitiu a votação ao vivo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense