quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Família de Temer pode desistir de morar no Alvorada


Vista externa do Palácio da Alvorada, que foi residência oficial de Lula e Dilma
Folha de S.Paulo - Mariana Haubert
Desde que o Palácio da Alvorada foi reformado, em 2006 pelo ex-presidente Lula, a residência oficial da Presidência nunca ficou desocupada por muito tempo. O local, agora, corre o risco de não ter um inquilino no governo Michel Temer. Isso porque a família do peemedebista pode optar por permanecer no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-Presidência, onde os familiares moram desde julho.
De acordo com Temer, sua mulher, Marcela, é quem irá definir a mudança. Caberá a ela avaliar o local para decidir se a família deixará o Jaburu. A decisão não tem prazo para ser tomada e pode demorar ainda mais de um mês.
Ao jornal "O Globo", Temer afirmou que "vai esperar um pouco" para se mudar para o Alvorada, por estar "bem" no Jaburu, que, para ele, "tem mais jeito de casa". A ex-presidente Dilma Rousseff morou no Alvorada por cinco anos e meio e se mudou na semana passada, após ter tido o seu mandato cassado pelo Senado.
Considerado patrimônio histórico da humanidade pela Unesco, o Palácio da Alvorada foi construído em 1958. O primeiro inquilino do Alvorada foi Juscelino Kubitschek, presidente que construiu a capital federal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário