quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Lula buscou militância do PT


Gabriel Garcia
De Brasília
Em seu discurso nesta quinta-feira (15), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva focou na área emocional, desviou o holofote das acusações que levaram o Ministério Público a denunciá-lo e direcionou sua fala à militância petista, que andava esmorecida com as denúncias de corrupção que abateram o partido.
No Congresso, a avaliação é que o ex-presidente não explicou nada sobre seu envolvimento na Lava Jato. Por outro lado, seus aliados insistem no discurso de perseguição política. Com as declarações de Lula, a ideia é desqualificar as acusações, como vem fazendo desde o mensalão.
Há muito o PT perdeu o discurso da ética, com sucessivos escândalos: mensalão, aloprados (falso dossiê contra tucanos), sanguessugas e petrolão. No entanto, Lula não renovou seus truques.
Chorou, como sempre faz, atacou Fernando Henrique Cardoso e se fez de vítima. Lula não evoluiu, o PT não evoluiu. Quem sabe um tempo na oposição o ensine a progredir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário