quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Moro esqueceu de Mantega na 1ª decisão sobre prisão

Revista Consultor Jurídico
O juiz federal Sergio Moro se esqueceu de incluir o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega no primeiro despacho em que decretou a prisão preventiva dos acusados de envolvimento em crimes investigados na operação "lava jato". Moro determinou a prisão temporária de sete acusados, e não incluiu o nome de Mantega, o oitavo acusado. 
O erro foi corrigido na sequência. Em um segundo despacho no mesmo dia, Moro afirmou que "faltou o nome do investigado Guido Mantega" no trecho que decreta a temporária e retificou o trecho da decisão. A prisão do ex-ministro  foi revogada pelo próprio juiz nesta quinta-feira (22/9).

Nenhum comentário:

Postar um comentário