sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Herança: rombo gera farpas entre governo e oposição

Por Magno Martins 
Auxiliares do presidente Michel Temer dizem que o rombo de R$ 20,3 bilhões nas contas do governo federal em agosto é resultado de uma herança maldita do governo Dilma Rousseff.
O governo argumenta que o número ainda reflete erros da política econômica do PT.
Já os petistas rebatem. Afirmam que Temer está há mais de quatro meses no poder e não conseguiu recuperar a confiança dos empresários e investidores.
Briga política à parte, o fato é que a arrecadação de impostos caiu novamente, tornando mais difícil o equilíbrio das contas públicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário