quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Moro e Lula: prova acima de qualquer dúvida razoável


O juiz federal Sérgio Moro afirmou que o processo aberto contra Lula é a oportunidade para ele “exercer livremente sua defesa” e caberá ao Ministério Público Federal produzir “a prova acima de qualquer dúvida razoável” do envolvimento do petista nos crimes atribuídos a ele.
“É durante o trâmite da ação penal que o ex-presidente poderá exercer livremente a sua defesa. Assim como caberá à acusação produzir a prova acima de qualquer dúvida razoável de suas alegações caso pretenda a condenação”, escreveu Moro no despacho que aceitou denúncia contra Lula, sua mulher, Marisa Letícia, cinco executivos da OAS (Léo Pinheiro, Agenor Franklin Medeiros, Paulo Gordilho, Fábio Yonamine e Roberto Moreira Ferreira); e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto. 
Sobre Marisa Letícia, Moro diz “lamentar” a acusação e afirma que há “dúvidas relevantes quanto ao seu envolvimento nos dolos”, especialmente se ela sabia do suposto esquema. Para o juiz, porém, o papel da ex-primeira-dama na aparente ocultação da propriedade do tríplex é suficiente para justificar a denúncia.  (Do Diario de Pernambuco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário