Lenildo e diz que fará auditoria para investigar irregularidades alvo de investigação do MPF, CGU e PF


A Câmara Municipal de Patos empossou na tarde desta sexta-feira (9) o vice-prefeito Lenildo Morais (PT), após o afastamento de Francisca Motta (PMDB) em decorrência de decisão da Justiça Federal de afastar a prefeita por suspeitas de irregularidades.
A solenidade de posse de Lenildo foi presidida pela 2ª vice-presidente da Casa Legislativa, a vereadora Isis Carla de Medeiros Alves  (PSDB) e teve a participação de cinco dos treze vereadores da cidade. A presidente da Casa, Nadirgerlane Rodrigues (PMDB),  não foi localizada e o 1ª Vice-presidente, Ivanes Lacerda (PMDB) foi convocado, mas não compareceu à sessão.
Lenildo, em seu discurso de posse, disse que será feita auditoria para investigar as possíveis irregularidades que foram alvo de ação da Polícia Federal, Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal. Ele também adiantou que irá exonerar todos os secretários atuais.
Em nota à Imprensa, Lenildo conclamou “a todos os patoenses de todas as correntes políticas da oposição e os movimentos sociais para um grande desafio de reconstruir a cidade em novas bases éticas e administrativas”.
Após a divulgação da posse de Lenildo como prefeito no Diário Oficial Legislativo do município, ele dará uma entrevista coletiva à imprensa. A divulgação oficial da posse de Lenildo Morais na prefeitura de Patos deve ser acontecer  ainda nesta sexta-feira.
A entrevista coletiva acontece na manhã deste sábado (10) com horário  a ser definido e divulgado pela assessoria do prefeito empossado
O afastamento da prefeita Francisca Motta foi requerido pelo Ministério Público Federal, através de medida cautelar, e acatado pelo desembargador federal Lázaro Guimarães, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, com sede em Recife, Pernambuco.

 Luciana Rodrigues
 Assessoria de Imprensa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo