PSDB espera desdobramento na Justiça para decidir sobre apoio a Temer, diz Tasso


O presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), disse nesta segunda-feira (22) que o partido vai aguardar os desdobramentos judiciais da crise envolvendo o governo do presidente Michel Temer para decidir se permanece na base aliada.
A declaração foi dada em entrevista coletiva no Senado. No sábado (20), Temer pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que fosse realizada uma perícia na gravação entregue pelo empresário Joesley Batista de conversa que teve com Temer em março deste ano. O ministro relator da Lava Jato, Luiz Edson Fachin, determinou que a Polícia Federal fizesse a análise.
Os advogados do presidente pediram ainda que o inquérito que investiga Temer por obstrução da Justiça, corrupção passiva e organização criminosa fosse suspenso até a conclusão da perícia, e Fachin decidiu levar o pedido para análise no plenário da Corte – julgamento que estava previsto para quarta (24).
A investigação de Temer foi autorizada pelo STF após delação premiada de Joesley e do irmão dele, Wesley Batista, donos do frigorífico JBS.
Além disso, Temer é alvo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de um processo de cassação de sua chapa com Dilma Rousseff nas eleições de 2014.
“O PSDB está vendo isso com muita responsabilidade, com muito cuidado, existem desdobramentos, tem agora na quarta-feira uma votação no Supremo, nós vamos aguardar, tem uma votação logo em seguida do TSE e nós vamos aguardar. Nossa visão é que tudo aquilo que fizermos e que vem acompanhado do julgamento das instâncias do Judiciário é melhor e mais consolidado”, disse o tucano ao ser questionado sobre o apoio ao governo.
Nesta segunda, a presidente do STF, Cármen Lúcia, determinou só julgar o pedido de suspensão do inquérito após a conclusão da perícia no áudio. Questionado se isso poderia antecipar a decisão do PSDB de desembarcar do governo, Tasso disse que acredita ser melhor esperar a posição dos magistrados.
“O melhor é que a gente acompanhasse os passos do Supremo em relação ao que está acontecendo e, logo em seguida, tem a votação no TSE, então nós vamos ver essa votação no TSE que talvez seja mais relevante e definitiva”, frisou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo

Nova Farmácia Básica do Centro é entregue à população patoense