Temer: contra reforma só os interesses dos poderosos


Presidente voltou a afirmar que mudanças nas leis trabalhistas vão criar empregos
O Globo
O presidente Michel Temer voltou a defender as reformas propostas pelo governo federal em entrevista exibida na noite desta quinta-feira pela RedeTV. Para o presidente, quem se opõe à reforma da Previdência está defendendo o interesse dos "poderosos".
— Parece até que quem está fazendo a campanha (contrária) são os mais vulneráveis. Quem está fazendo a campanha é quem ganha 20, 15, 16 (mil reais), que tinham cinco anos a menos para se aposentar. Nós estamos equiparando o serviço público com a Previdência geral, estamos equiparando com a classe política. Quem faz a campanha dos chamados pobres, na verdade está fazendo a campanha dos poderosos. Porque são esses que têm capacidade de mobilização e agitação
Já em relação à reforma trabalhista, Temer disse que, caso o negociado entre as categorias e os empregadores prevaleça sobre o legislado, não haverá prejuízos.
— Não estamos em 1943, quando foi editada a Consolidação das Leis do Trabalho. As pessoas que estão nos sindicatos dos empregados, assim como aqueles dos empregadores, têm condições de firmar acordos. Eles saberão, e sabem negociar. Quando negociarem, eles vão abrir a possibilidade de empregos — garantiu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo