Anderson sobe 10 pontos e empata com Collins e Neco





O candidato do PR a prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, foi o que mais cresceu na nova pesquisa do Instituto Opinião sobre a sucessão municipal em relação ao levantamento feito entre os dias 20 e 21 de julho. Avançou dez pontos, saindo de 9,6% para 19,8% e assumiu, numericamente, a liderança. Mas o cenário é de empate técnico, porque o candidato do PP, Pastor Collins, embora recuado de 27,8% para 19%, empata com o republicano. Também numa posição de empate com Anderson e Collins aparece o candidato do PDT, Manoel Neco, que subiu de 14,2% para 16,2%, embaralhando a briga pelo primeiro lugar.
Em seguida, numa posição bem mais distante, aparecem, pela ordem, o candidato do SD, Edmar de Oliveira, com 6,4%, Heraldo Selva, do PSB, com 5,4%, Adilson Souza, do PCO, com 0,8%, Adelson Veras, do PCB, com 0,4% e Inaldo Metalúrgico, do PT, com apenas 0,2%. Brancos e nulos somam 15% e os eleitores que se apresentaram indecisos representam 16,8%. Na espontânea, modelo pelo qual o entrevistado é obrigado a lembrar do nome do candidato sem o auxílio do disco com todos os nomes, Anderson Ferreira já é o primeiro.
Aparece com 9,4% das intenções de voto, seguido de Neco com 8,6% e Pastor Collins com 5,8%. Heraldo Selva é citado por 2,6%, Edmar de Oliveira por 2,4% e Adilson Veras por 0,2%. Neste modelo, brancos e nulos somam 12% e indecisos sobem para 57,4%. No quesito rejeição, aparece no topo o candidato do PDT, Manoel Neco. Dentre os entrevistados, 16,2% disseram que não votariam nele de jeito nenhum.
Em seguida surge o Pastor Collins, com 12,4% e Heraldo Selva, com 9,4%, seguido por Edmar de Oliveira, com 5%, Adelson 2,6%, Anderson 2,6%, Inaldo 1,8% e Adilson com 1,2%. Entre os entrevistados, 11,6% disseram que rejeitam todos e 37,2% afirmaram que não rejeitam nenhum dos nomes apresentados no disco. 
O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares. A pesquisa está registrada sob o protocolo PE-06652/2016.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo