Em dia de impeachment, País tem três presidentes

Dilma Rousseff (PT), Michel Temer (PMDB), Rodrigo Maia (DEM). Esses são os três presidentes – e seus respectivos partidos – que o Brasil teve nesta quarta­ feira (31), dia em que a petista foi condenada por crime de responsabilidade fiscal pelo Senado e perdeu o cargo dois anos e meio antes do fim do mandato. Com o impeachment de Dilma, Temer, seu ex ­vice nas duas eleições e já ocupando o cargo interinamente, tomou posse em definitivo. Porém, três horas depois de assumir, o peemedebista viajou para a China, deixando o presidente da Câmara no seu lugar. Rodrigo Maia com Temer na posse do peemedebista (Foto: Beto Barata/Palácio do Planalto)
 Rodrigo Maia com Temer na posse do peemedebista (Foto: Beto Barata/Palácio do Planalto)

Na China, Temer participa do encontro do G­20 e de reuniões bilaterais com representantes de outros países. O agora presidente levou em sua comitiva os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e das Relações Exteriores, José Serra. Também seguem o peemedebista em sua primeira viagem no cargo o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB­AL), que votou pelo impeachment mais cedo, além de alguns parlamentares convidados. Temer tenta convencer deputados e senadores a votar as pautas do interesse do seu governo, principalmente as medidas econômicas propostas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo