Uma Frente Ampla Progressista para substituir o PT


Ilimar Franco - O Globo
O ex-presidente Lula pretende articula a criação de uma frente ampla de esquerda, com apoio de movimentos populares (como o MST), entidades sindicais (como a CUT, CTB, CONTAG, FUP), além de juristas, intelectuais, artistas e partidos de esquerda. Esta ação pode levar à substituição da legenda PT, rebatizada por uma nova sigla comum a várias forças partidárias. O PCdoB já está integrado a esse projeto e Lula agora está negociando com o PDT. Se esse projeto for consistente,seria criada uma federação de partidos. É assim na África do Sul com o Congresso Nacional Africano e foi assim que, na Itália, se construiu o Partido Democrático.
A refundação do PT, vem sendo defendida por alguns de seus líderes. Ele só não foi adiante até agora, porque aqueles que a pregam não tem força política. Somente com o aval de Lula ela iria adiante. A divisão do partido em várias legendas também está sendo descartada.
Os petistas estão se convencendo que a divisão os tornaria ainda mais frágeis. O exemplo da Itália sugere desdobramentos que podem ser reinventados no Brasil. A imagem do partido foi fortemente abalada pelo escândalo do mensalão e está sucumbindo com o escândalo do petrolão e o impeachment de uma presidente petista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crescem os riscos de Patos ficar totalmente sem água no ano que vem.

Maranata: empresa terceirizada tem lucros exorbitantes após ser contratada pela Prefeitura Municipal de Patos

Governador afaga PMDB de Patos e presenteia Grupo Mota com direção da Maternidade. Ricardo teria exigido nome de médico para o cargo